O que fazer quando você precisa alugar um imóvel, mas não encontra uma pessoa para ser seu fiador?

 
Quem já alugou um imóvel sabe que em todo contrato existem as garantias locatícias. Elas são formas legais e obrigatórias de proteger o locador do imóvel de possíveis inadimplências. E uma das garantias mais utilizadas em locações residenciais hoje é o fiador.

 
Entretanto, está cada dia mais difícil encontrar pessoas dispostas a assumirem o compromisso de serem fiadores em uma locação. Isso porque, ser fiador envolve uma grande responsabilidade: em caso de inadimplência do locatário é ele quem passa a assumir a dívida.

 
Além disso, para ser fiador em uma locação, é preciso passar por uma rigorosa análise cadastral e enviar uma série de documentos para comprovação de renda. Todo este processo pode ser desgastante para o possível fiador.

 
A boa notícia é que hoje o mercado oferece diversas alternativas que substituem o fiador! Como:

 

Seguro Fiança: é um seguro (contratado através de uma corretora de seguros) que irá cobrir os aluguéis não pagos e ressarcir o proprietário do imóvel em caso de inadimplências. Além disso, se houver necessidade de uma ação de despejo, é a seguradora quem arca com todas as despesas. Para saber mais, clique aqui.

 

Título de capitalização: esta também é uma excelente opção. Assim como o Seguro Fiança, é contratado através de uma corretora de seguros e, além de substituir o fiador, também substitui o depósito caução. Nesta modalidade, o pagamento é feito para uma seguradora e no final da locação, não havendo débitos por parte do locatário, o valor é ressarcido ao locatário do imóvel.

 
Para saber mais sobre garantias locatícias, clique aqui.